Entrevistas

Entrevista: Rô Mierling

dark-s-2

Oi gente, tudo bem? Hoje trago para vocês um pouco sobre a escritora e antologista Rô Mierling.

Pseudônimo de Rosana Erbe de Freitas, gaúcha, escritora e antologista. Autora de “Contos e Crônicas do Absurdo”, “Íntimo e Pessoal”, “Quando as Luzes se Apagam”, “Diário de uma Escrava” e muitos outros. Coordenadora em mais de 25 antologias, atua na divulgação e incentivo de leitura e escrita junto a diversos projetos como PEGAÍ e Arca Literária. Autora contratada da editora DarkSide Books, está finalizando seu sexto livro. Atualmente mora em Buenos Aires onde divulga a literatura brasileira.

Esse mês, especificamente dia 31 de outubro Rô estará lançando seu livro Diário de uma Escrava que teve mais de um milhão e meio de leituras no Wattpad, mais de um ano em primeiro lugar no gênero suspense e único livro de suspense e terro a alcançar essa marca de leituras no Wattpad.

10930764_406065959548589_733701492365806909_o

Sinopse:

Uma menina, um homem e muitas vidas afetadas pela psicopatia. Um livro tenso, cruel e verdadeiro. Desaconselhável para pessoas frágeis. Uma história baseada em fatos reais. Um drama verdadeiro que pode estar acontecendo nesse exato momento em muitos lugares do mundo, inclusive na casa ao lado da sua. Uma menina, um buraco, um senhor, uma escrava e uma vida inteira destruída pela psicopatia de um homem. Esse livro está registrado na Biblioteca Nacional e é protegido pela Lei nº 9.610, de 19 de fevereiro de 1998.

Confira a entrevista com a autora:

(Leituras de Brain): Você escreve terror psicológico e suspense realista, o que mais lhe atraiu nesse gênero? Já pensou em mudar para algum gênero completamente diferente alguma vez ou sempre foi muito bem decidida em suas escolhas?
(Rô Mierling):Gosto do terror realista porque mostra que o mal esta mais perto de nós do que imaginamos, então escrevo como um alerta, não pretendo mudar, gosto do estilo.
(Leituras de Brain): Rô, como tem sido pra você o mercado literário nacional? Sabemos que este muitas  vezes é ignorado enquanto as pessoas vangloriam best-sellers norte americanos, como foi pra você conquistar esse espaço?
(Rô Mierling): Difícil, complicado e afunilado, quando um autor nacional consegue espaço, muitas vezes, ele tem indicação, mas ainda existem oportunidades para os novos talentos.
(Leituras de Brain): Ultimamente as pautas femininas têm sido bastante comentadas, assim como movimentos sociais a favor da mulher vem ganhando cada vez mais destaque, você acha que Diários de uma escrava pode ser considerado um livro que possa ajudar mulheres a saírem de situações de abuso?
(Rô Mierling): Acho que pode ajudar. Diário de uma escrava mostra o pior que pode acontecer quando não cuidamos de nossas meninas. É UMA ALERTA.
(Leituras de Brain): Como foi para você escrever Diários de uma escrava? Sendo um tema forte baseado em fatos reais, como foi para você lidar com os relatos?
(Rô Mierling): Amei cada segundo, pois sabia que enquanto escrevia estava expondo uma situação que muitas vezes é encoberta. Gosto da literatura de alerta.
Rô possui várias outras obras, sendo algumas delas:
Quando as luzes se apagam
novembro/2014
editora Incógnita – Portugal
indicacao-wattpad-quando-luzes-se-apagam
Sinopse:
O que mora na escuridão da sua alma? E nos cantos escuros de uma noite sem lua? Você tem medo do escuro? Tem algo a esconder? Você tem desejos sombrios?
Lux Fero não tem medo do escuro e ele pode realizar todos os seus desejos. Alto, moreno, olhos negros e brilhantes. Um sorriso sedutor e palavras que encantam. Onde ele passa, ninguém jamais o esquece.
Ana tinha medo do escuro e quando conheceu Lux, sua vida nunca mais foi a mesma.  Samara, pequena e inocente, ouviu a voz de Lux e conheceu o outro lado da noite. Alice, feliz e realizada, mas quando Lux entrou em seu caminho, seu destino foi selado. Mas Ester era sua preferida e era ela seu grande desafio. Ele queria possuí-la, por inteiro e para sempre. Outras vidas, muitas histórias e um elo comum: a presença de Lux Fero. Ele gosta de brincar, gosta de desafios, e se você não for forte para resistir, ele vai dominar você.
Várias vidas, muitos segredos e uma escuridão intensa que nos atraí, mas também nos mostra o pior de cada um de nós.
Silêncio! Escute! Surpreenda-se! Esse livro e seus personagens irão mostrar muito mais do que queremos ver ou saber.
Isso não é normal! Contos e crônicas do Absurdo.
Dezembro/2014
Editora Multifoco.
10246277_235253210006941_1938362585918552798_n
Sinopse:
A obra analisa personagens reais em eventos do cotidiano, descritas em uma ótica crítica, dramática e até irônica, destacando o absurdo de amores, mortes, traições. São 23 contos baseados em fatos reais e 13 crônicas analisando situações do cotidiano social brasileiro. Uma menina que desaparece, uma mulher fatal e cinco homens, uma adolescente sequestrada por não saber ler, um assalto noturno que deixa marcas, o drama do Facebook, a filosofia do beijinho, a tatuagem e seus estigmas, o amor e o racismo, o poder da leitura, o estupro mental e a procura incansável de um deus inexistente, casos insólitos e reais. Esses e muitos outros assuntos são o foco dos contos e crônicas desse livro dinâmico, ágil, divertido e reflexivo. Livro de leitura rápida e fácil para leitores e até “não leitores”.
Íntimo e Pessoal
Julho/2014
Clube do Autores.
10487830_613306472110054_1066866180_n
 Sinopse:
 Um livro que sonda os mais profundos segredos do coração de uma mulher. Uma mulher que amou mais do que a vida e um homem que deixou seu desejo ultrapassar sua razão. Segredos íntimos, sentimentos profundos de amor, tesão, saudade, revolta e solidão. Histórias, declarações de amor, pedaços de saudade. O que se passa dentro do seu coração? Quem é você quando ninguém está olhando?
Fique de olho nos lançamentos na página do facebook da autora.
Anúncios

14 comentários em “Entrevista: Rô Mierling

    1. obrigada! Sim precisamos dar visibilidade para autores nacionais, nós que usamos blogs sabemos o quão difícil é conquistar nosso espacinho, então acho bem bacana ajudar autores a conquistar espaço também, sendo que a literatura norte americana ainda é muitooo mais valorizada por aqui do que nossos próprios autores.

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s