Desafio de Leitura 2017 · Resenhas

Resenha: A Estrela que nunca vai se apagar – Desafio Literário Brain

16343668_1829062307336561_875522602_n

Olá, como vão vocês?

Sabem o desafio literário do blog? Então, acabei de ler o primeiro livro! Escolhi A Estrela que nunca vai se apagar porque estava na minha estante faziam 2 anos, comprei na bienal do livro na época em que A culpa é das estrelas foi um estouro, ao escolher esse livro para o desafio, o intuito era que entrasse como protagonista mulher, mas durante a leitura houve uma mudança de planos, precisei coloca-lo na opção de livro que em fez chorar.

16343916_1829062267336565_1879330531_n

Quando lançado na verdade todos nós pensávamos que ela seria Hazel Grace, o que fica bem claro na leitura que Esther e Hazel são pessoas extremamente diferentes!

16295502_1829062240669901_1741662014_n

O livro nada mais é que o diário de Esther, trechos de chats, do seu blog, do blog do seu pai e declarações dos amigos. Um livro de leitura fácil e fluída, e ao mesmo tempo muito tocante, é inevitável não ser tocado pela história de Esther.

Esther Grace Earl, nascida em 3 de agosto de 1994 em Beverly. Massachussets, filha de um pastor e de uma educadora, seu nome foi em homenagem a rainha judia que lutava para salvar seu povo, significa Estrela.

Tudo começou quando Esther, aos doze anos, estava sentindo dificuldades de respirar, sentindo muita falta de ar com atividades simples, a família acreditava ser uma simples pneumonia ou tuberculose, mas receberam um notícia que mudaria o rumo de suas vidas: Câncer de Tireóide.

A partir daí conhecemos todos os momentos de Esther, uma menina tão jovem e madura ao mesmo tempo, fã assídua de Harry Potter, nerdfighter assumida (seguidores do vlog do John Green com seu irmão), capaz de amar alguém intensamente sem preconceito de absolutamente nada.

Com tantos interesses em comum, Esther encontrou na internet um grupo de Nerdfighters fãs de Harry Potter, um grupo chamado Catitude, ali encontrou grandes amigos aos quais todos era muito conectados, ali encontrou refúgio e fidelidade.

Esther sempre escrevia tudo, sobre sua vida, sobre o que pensava, escrevia qualquer coisa, mas cada parte da vida estava nos papéis, uma leitura profunda que nos faz entender o porque de John Green ter tanta admiração por ela, ela não era apenas uma garota com câncer, ela era uma garota com um brilho especial, com um amor puro, sempre disposta a ajudar as pessoas de alguma forma, seja com uma palavra, com um gesto ou com algo que ela pudesse dar, ela era muito disposta a fazer o mundo um lugar melhor.

Com o câncer avançando, o grupo Make a wish deu a ela o direito de fazer algum pedido, que eles realizariam, sugeriram Disney, mas estava longe do que ela queria, Esther decidiu que queria reunir seus amigos do Catitude pessoalmente, poder abraçá-los, fazer toda aquela experiência online, ser real.16244148_1829062200669905_1749586324_n

Acredito ter sido um dos melhores dias de sua vida, infelizmente foi a primeira e última vez, meses depois Esther faleceu na madrugada do dia 25 de agosto de 2010, pouco tempo depois de completar 16 anos. Esther se foi e deixou uma grande mensagem para o mundo, deixou pessoas inspiradas em sua trajetória, deixou uma ong com o fim de ajudar pessoas com custos de tratamentos do câncer, deixou um pedaço dela em todo mundo que conviveu, e agora, provavelmente, tem um pedacinho da Esther dentro de cada um que lê sobre sua história

.16344416_1829062190669906_340342271_n-1

O livro tem muitas fotos de Esther, eu realmente gostaria de colocar tudo aqui, mas simplesmente perderia a graça do livro ( ou não ). Eu super recomendo a leitura, apesar de serem quase 500 páginas, é uma leitura muitooo rápida, o livro é interativo, com muitas imagens, desenhos que a Esther fazia, cartas, coisas que ocupam várias páginas, quando vemos o livro já acabou, um livro muito tocante que todo mundo deveria realizar essa leitura! No livro, as páginas possuem três cores, as brancas são escritas pela própria Esther, as rosas são trechos do blog em que seu pai escreve, as páginas verdes são de outras pessoas falando de Esther. Esse livro é carregado de sentimentos, impossível não se sentir envolvido com a vida de Esther.

16295918_1829062224003236_1162792314_n

“A Estrela se acendeu sobre nosso coração e derramou sua Graça”

24 comentários em “Resenha: A Estrela que nunca vai se apagar – Desafio Literário Brain

    1. Oi Cidália! O livro é bem interativo, acho interessante a leitura porque tira aquela visão de Hazel Grace em cima de Esther Grace, tira aquela ideia que Esther era apenas uma adolescente com câncer, lendo o livro, você conhece ela a fundo, as vezes, se sente Esther.

      Curtir

    1. Olá Franklin! muito obrigada! fico muito feliz que tenha gostado, eu poderia ter escrito muito mais sobre o livro, mas não quis deixar cansativo, porque ele é muito bom, muito recheado de informações, e acho uma boa leitura para quem gosta de A culpa é da estrelas, porque Esther e Hazel são distintas.

      Curtir

  1. Aguenta coração, rs. Este deve ser daqueles livros que fazem a gente chorar baldes e baldes, kkk.

    Excelente dica, não conhecia a história desta garota, muito menos a existência deste livro.

    Muito bom, Raíssa, matéria interessantíssima, sensível. Não esperava menos de você e do blog.

    Abraços literários.

    Curtido por 1 pessoa

  2. Olá!
    Eu ganhei dste livro há 3 anos atrás de presente de aniversário da minha sobrinha e me apaixonei pela Esther. História linda e muito emocionante, e o mais triste, é uma história real.
    Parabéns pelas fotos e pela resenha. Você me fez recordar a minha leitura e me fez novamente chorar.

    Curtido por 1 pessoa

  3. Caramba, fiquei muito tocada pela história, e chocada porque ainda não a conhecia. Apenas pela sua resenha, pude perceber que é um livro cheio muito sentimental e forte, do jeito que eu gosto. Acho que o estilo dele ainda deixou tudo mais pessoal, né? Incrível.

    Curtido por 1 pessoa

  4. Olá

    Amei a resenha. Já tinha ouvido falar sobre o livro. Conheço a história mas não li ela a fundo. Gostei muito como você escreveu e o carinho nas palavras para falar sobre essa Esther. Um livro que vou colocar na minha lista.

    Um grande abraço

    Curtido por 1 pessoa

  5. Quando o livro foi lançado muitas pessoas comentaram sobre a história de vida que ele trazia. Infelizmente a protagonista do livro morreu por uma doença, mas acredito que ela cumpriu sua missão duas vezes, em transmitir sua história de vida e servir de inspiração às pessoas que puderam ler seu livro.

    Att

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s