Resenhas

Primeira resenha do ano! Misery: Louca obsessão – Stephen King

IMG_4338Olá pessoas, e aí como vocês estão?

O blog ficou parado uns dois meses mas a gente não abandonou nosso cantinho não! foram muitas coisas acontecendo, mas a gente sempre da um jeitinho e volta!

Bom, eu achei que não daria tempo de ler um livro em dezembro com tanta correria, mas deu sim, e foi um baitaaaaa livro, não poderia ter sido escolha melhor para iniciar o ano no blog com uma resenha de Misery: louca obsessão, do Stephen King. Eu tinha lido várias resenhas no decorrer do ano e fiquei muito interessada na leitura, assim procurei o filme que também entrou na lista dos favoritos, aproveitei umas promoções da Amazon e comprei Misery na versão e-book. Agora vamos lá!

Sinopse

Paul Sheldon descobriu três coisas quase simultaneamente, uns dez dias após emergir da nuvem escura. A primeira foi que Annie Wilkes tinha bastante analgésico. A segunda, que ela era viciada em analgésicos. A terceira foi que Annie Wilkes era perigosamente louca. Paul Sheldon é um famoso escritor reconhecido pela série de best-sellers protagonizados por Misery Chastain. No dia em que termina de escrever um novo manuscrito, decide sair para comemorar, apesar da forte nevasca. Após derrapar e sofrer um grave acidente de carro, Paul é resgatado pela enfermeira aposentada Annie Wilkes, que surge em seu caminho. A simpática senhora é também uma leitora voraz que se auto-intitula a fã número um do autor. No entanto, o desfecho do último livro com a personagem Misery desperta na enfermeira seu lado mais sádico e psicótico. Profundamente abalada, Annie o isola em um quarto e inicia uma série de torturas e ameaças, que só chegará ao fim quando ele reescrever a narrativa com o final que ela considera apropriado. Ferido e debilitado, em ‘Misery – Louca obsessão’, Paul Sheldon terá que usar toda a criatividade para salvar a própria vida e, talvez, escapar deste pesadelo.
Misery provavelmente foi o melhor livro lido em 2017, sabe uma leitura que te prende do início ao fim? foi pura satisfação, um suspense incrível, mesmo tendo visto o filme, a emoção do livro é diferente, acontecem mais coisas, como sempre, muito mais informação, o livro é narrado pelo Paul, então sabemos realmente todas as sensações e pensamentos dele, sabemos desde o início que não se deixou enganar pela boa ação do resgate dele, ele sempre viu a escuridão nos olhos de Annie e sabia desde que acordou que estava metido em problemas, um terror psicológico onde cada palavra precisa ser calculada para não atrair a íra de Annie, uma mulher que muda da água para o vinho, doce, amorosa e cuidadosa e no segundo seguinte uma mulher fria, abusiva e cruel, a única capaz que acalmá-la, é Misery Chastain, porém ela é um personagem e agora Misery está morta e Annie não sabe lidar com isso.
Por mais surreal que seja, acho que da pra refletir sobre a atitude de fãs que destroem a vida do seu ídolo porque ele fez algo que não te agrada, Misery é uma ficção não tão distante da realidade, basta ver o tanto de ódio nas redes sociais, a perseguição, falta de privacidade, no fim das contas, por mais cruel e doida que seja Annie Wilkes, pasmem, existe um pouquinho dela dentro de nós, quando não estamos satisfeitos com algo que alguém fez e queremos muito do nosso jeito, ignorando as vontades dos outros, Misery é uma excelente leitura, muitas pessoas tem medo de terror, por não se sentirem bem, mas esse livro não chega a ser isso, é algo bem mais psicológico.
Para quem já viu o filme e achou essa cena pesada, eu aviso: no livro o teu queixo vai cair no chão!
3727999.jpg-r_1280_720-f_jpg-q_x-xxyxx
Se tiverem oportunidade, leiam!
Espero que tenham gostado ❤
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s