Lançamentos · Parceiros · Resenhas

Uma Canção para Sofia: O bullying e a saúde mental

IMG_2458

Olá pessoas, como você estão?

Bom, um dos livros que eu mais esperei esse ano foi a sequência da série Sofia, o livro Uma canção para Sofia, da nossa parceria Mai Passos G, o primeiro livro foi resenhado aqui no blog e vocês podem conferir  aqui.

Uma canção para Sofia traz os reais motivos que levaram a sua morte tão precoce acontecer, no primeiro livro acompanhamos Sophie, a irmã mais nova que queria unir a família novamente, ali sabemos que Sofia morreu em um acidente de carro onde seu namorado dirigia, mas o que levou eles até ali? é aí que conhecemos o outro lado da moeda nesse segundo livro!

A primeira impressão que  temos de Sofia no primeiro livro, é que ela foi uma adolescente rebelde, teimosa e irresponsável, e foi essa a visão que os próprios pais dela também tiveram, mas e se pudéssemos conhecer suas lutas internas?

Pois bem, toda ação tem uma reação, Sofia sofria muita perseguição na escola, fofocas, piadas em relação ao seu corpo, um dia mais insuportável que o outro, até que um dia a maldade chegou em um nível cruel demais, Sofia foi exposta e humilhada, aquilo marcou seu coração para sempre, a dor chegou no seu limite, ou ela encontrava formas de alivia-la dessa dor ou ela colocava um fim em tudo, infelizmente caminhos duvidosos foram seguidos, Sofia se envolveu com drogas, a sensação de fuga da realidade lhe tirava aquela dor de estar morrendo um pouco por dia quando pisava na escola, seu comportamento já era outro, não por tentativa de dar a volta por cima, mas por defesa, ser agressiva era defender-se de ser machucada de novo e cada vez mais, nem o amor a conexão com Vitor foram suficientes para curar suas feridas.

O livro traz toda essa realidade em torno do bullying, de como as pessoas podem ser cruéis e de como cada um lida com a sua dor, se enfrenta, se foge ou se termina com tudo de uma vez, Sofia foi vítima o tempo todo, até mesmo quando era grossa com quem queria seu bem, era sua defesa para não sentir, não aguentaria sentir mais nada, a vida de Sofia chegaria ao fim cedo de qualquer forma, se o acidente não a levasse, talvez o sofrimento interno tivesse feito isso pouco tempo depois.

IMG_2465

Nós nunca sabemos o que cada um passa, cada um de nós sentimos de uma forma e temos intensidades diferentes de sentir, o que para você não é nada, para o outro é um gatilho emocional muito grande, a lição do livro é: tenham empatia, respeitem as pessoas, nós não sabemos das lutas diárias de ninguém, você nunca sabe o gatilho que pode criar no coração das pessoas, se você for vítima de algo, procure ajuda.

A autora conseguiu ser extremamente tocante, te faz sentir e refletir, o primeiro livro foi maravilhoso, agora com o segundo a série realmente se torna algo muito emocionante e cheios de aprendizados para a vida, a autora não deixa ponta nenhuma solta, o tempo todo consegue conectar os livros sem se tornar repetitivo, leitura fluída e que prende muito!

E por fim, priorizar sua saúde mental não é egoísmo é AMOR PRÓPRIO!

gostou? bem, Uma canção para Sofia estará GRATUITO na Amazon nos dias 30 de setembro e 1 de outubro, você pode adquirir aqui.

22008148_10208008645893263_173605603002832433_n

 

Lançamentos

Lançamentos do mês de Abril

Finalmente estreia do blog! Começando com livros saindo do forno, não sei dizer se é maravilhoso ou detestável, por que eu sei que você está de olho em livros novos e nem leu os da sua prateleira ainda né amiguinho? Saiba que não está sozinho! Nós aqui do blog iremos te ajudar a colocar sua listinha de livros para comprar em ordem, vamos lá!

Eu sou o Peregrino

Autor: Terry Hayes

Editora: Intrínseca

Lançamento: 22 de abril de 2016

CAPA-Eu-Sou-o-PeregrinoUma mulher é brutalmente assassinada em um hotel decadente de Manhattan, seus traços dissolvidos em ácido. Um pai é decapitado em praça pública sob o sol escaldante da Arábia Saudita. Na Síria, um especialista em biotecnologia tem os olhos arrancados ainda vivo. Restos humanos ardem em brasas na cordilheira Hindu Kush, no Afeganistão. Uma conspiração perfeita, arquitetada para cometer um crime terrível contra a humanidade, e apenas uma pessoa é capaz de descobrir o ponto exato em que todas essas histórias se cruzam. Peregrino é o codinome de um homem que não existe. Alguém com tantas identidades que mal consegue lembrar seu verdadeiro nome. Adotado ainda jovem por uma família rica, ele se tornou um importante profissional da espionagem. Em uma perseguição cinematográfica, Peregrino cruza o mundo, da Arábia Saudita às ruínas da Turquia; do Afeganistão ao Salão Oval da Casa Branca. Um caminho doloroso e repleto de ameaças inesperadas, na busca por um homem desconhecido cujo plano é desencadear uma destruição em massa sem precedentes. Romance de estreia do renomado roteirista britânico Terry Hayes, Eu sou o Peregrino é uma narrativa ágil, com ritmo alucinante, cujos personagens são construídos de forma primorosa em toda sua complexidade psicológica. Uma jornada épica e imprevisível contra um inimigo implacável.

Alucinadamente feliz: Um livro engraçado sobre coisas horríveis

Autora: Jenny Lawson

Editora: Intrínseca

Lançamento: 20 de abril de 2016

Capa_AlucinadamenteFeliz_G

Jenny Lawson está longe de ser uma pessoa comum. Ela mesma se considera colecionadora de transtornos mentais, já que é uma depressiva altamente funcional com transtorno de ansiedade grave, depressão clínica moderada, distúrbio de automutilação brando, transtorno de personalidade esquiva e um ocasional transtorno de despersonalização, além de tricotilomania (que é a compulsão de arrancar os cabelos). Por essa perspectiva, sua vida pode parecer um fardo insustentável. Mas não é.

Após receber a notícia da morte prematura de mais um amigo, Jenny decide não se deixar levar pela depressão e revidar com intensidade, lutando para ser alucinadamente feliz. Mesmo ciente de que às vezes pode acabar uma semana inteira sem energia para levantar da cama, ela resolve que criará para si o maior número possível de experiências hilárias e ridículas a fim de encontrar o caminho de volta à sanidade.

É por meio das situações mais inusitadas que a autora consegue encarar seus transtornos de forma direta e franca, levando o leitor a refletir sobre como a sociedade lida com os distúrbios mentais e aqueles que sofrem deles, sem nunca perder o senso de humor. Jenny parte do princípio de que ninguém deveria ter vergonha de assumir uma crise de ansiedade, ninguém deveria menosprezar o sofrimento alheio por ele ser psicológico, e não físico. Ao contrário, é justamente por abraçar esse lado mais sombrio da vida que se torna possível experimentar, com igual intensidade, não só a dor, mas a alegria.

Vocação para o Mal

Autor: Robert Galbraith

Editora: Rocco

Lançamento: 2 de Abril de 2016

capa-712x1024

Quando um misterioso pacote é entregue a Robin Ellacott, ela fica horrorizada ao descobrir que contém a perna decepada de uma mulher. Seu chefe, o detetive particular Cormoran Strike, fica menos surpreso, mas não menos alarmado. Há quatro pessoas de seu passado que ele acredita que poderiam ser responsáveis por tal crime – e Strike sabe que qualquer uma delas seria capaz de tamanha brutalidade.

Com a polícia focada no suspeito que Strike tem cada vez mais certeza de que não é o criminoso, ele e Robin põem as mãos à obra e mergulham no mundo sombrio e distorcido dos outros três homens. Entretanto, quanto mais acontecimentos horrendos acontecem, mais o tempo se esgota para ambos…

 

A História de Nós Dois

Autor: Dani Atkins

Editora: Arqueiro

Lançamento: 12 de Abril de 2016

A História de Nós Dois - Dani Atkins

Emma tem 27 anos, é linda e inteligente e vive cercada de pessoas que ama. Prestes a se casar com Richard, seu namorado desde a época de escola, ela não poderia estar mais empolgada.

Mas o que deveria ser o momento mais feliz de sua vida de repente vira uma tragédia. Emma sofre um acidente e é salva por um estranho minutos antes que o carro em que ela viajava explodisse.

Abalada, ela decide adiar o casamento. E nesse meio-tempo descobre segredos que a fazem questionar as pessoas nas quais sempre confiara – a ponto de duvidar se deve se casar afinal.

Para complicar, ela se sente cada vez mais ligada a Jack, o homem que a salvou e que não sai da sua cabeça. Jack é lindo, gentil e divertido, de um jeito diferente de todos que ela já conheceu. Por outro lado, é Richard quem ela sempre amou…

Uma mulher, dois homens, tantos destinos possíveis. Como essa história vai terminar?

 

E aí, ansiosos para ler?