Entrevistas · Parceiros do Wattpad

Entrevista: Danka Maia, autora de A Casa dos Destinos

Olá pessoas, como vão vocês? um dos primeiros posts do blog foi uma resenha do  livro A casa dos destinos da Autora Danka Maia, aproveitando que ontem foi o dia do escritor, temos aqui uma entrevista para vocês com a Danka, que fizemos logo que lemos o livro! Ela é uma autora maravilhosa e talentosíssima, nessa entrevista vocês irão entrar um pouquinho nos bastidores de A Casa dos Destinos.

(Leituras de Brain) Por que começou a escrever?

(Danka Maia) Eu comecei escrever antes de saber de fato escrever. Explico. Quando tinha uns três ou quatro anos de idade, meu pai só ficava em casa aos domingos, pois trabalhava muito e aquele com tempo para mim era muito precioso, mas meu pai adorava ler, entre livros, jornais haviam os gibis, um a paixão dele.Então tínhamos um trato, ele costumava a me dar os gibis que ele cansara de ler (risos), porém eu ficava intrigada porque aqueles livros, gibis chamavam tanto a atenção dele. Um dia eu quis um gibi que pelas regras ainda não poderia ser meu. Fiz birra, choro, coisas de criança, e ele me deu um conselho. Disse para que  “lesse” o gibi, gravasse a história e montasse minha própria história em  minha cabeça diante daquelas gravuras, assim teria uma história só minha.Pronto! Não parei mais! Lembro-me de ficar pela casa atrás de minha mãe contando minhas histórias diante dos gibis que tinha. Sabia todas de cor. Então, foi ali que de fato eu comecei. Com o tempo, eu cresci, aprendi a ler e escrever, vieram as redações, as leituras, os poemas sofridos da adolescência, (mais risos), foram fases gostosas  da minha vida.Até que chegou a hora de sentar e escrever um livro de verdade.

(Leituras de Brain) De onde veio a ideia para A Casa Dos Destinos?

(Danka Maia) Não houve uma ideia exata para a elaboração da Casa dos Destinos. Eu queria elaborar uma trama onde se passava num sanatório, que  tivesse suas reflexões e coubesse dentro do suspense. Eu ainda  crio minhas histórias como os gibis. Eu desenho toda trama em minha mente, depois é que sento e vou escrevendo. Eu sempre sei a primeira e a última fala. Há mutações, isso normal, mas o esqueleto da  trama sempre está montada na minha cabeça.Foi a herança dos gibis…(risos). Com a Casa também foi assim.

(Leituras de Brain) Você se inspirou em alguém na hora de montar as personagens?

(Danka Maia) Eu costumo dizer que trabalhei Marieva, Adrian e Jocasta como partes de mim mesma. Meu lado abusado, indisciplinado da Marieva. Meu lado mais tímido, de  uma pessoa que escuta muito, mas fala pouco de si mesma representado no Adrian. Meu lado engraçado, espontâneo que é Jocasta. Porque todos nós temos várias vertentes de si mesmo. Neles eu trabalhei  as minhas vertentes.

(Leituras de Brain) Você se inspira em algum autor na hora de escrever seus livros?

(Danka Maia) Quando estou escrevendo mistério, suspense, como foi o caso da Casa Dos Destinos, minha escola literária foi Agatha Christie e Arthur Conan Doyle sem sombras dúvidas. Meu personagem literário predileto é Sherlock Holmes. Agora nos demais seguimentos, depende muito. Às vezes sim, às vezes não. Eu penso que a inspiração acaba vinda da vida. Eu sempre fui muito resistente a palavra inspiração. Eu escrevia as ideias que estavam em minha cabeça. Era muito pragmática para escrever. Mas 2014 e 2015 foram anos que eu me reclui um pouco… Analisei muitas coisas em minha vida, no cenário literário e entendi que o que as pessoas chamavam de inspiração, é essa bagagem que carregamos ao longo da vida. Pode ser uma flor, uma cena, um dia em sua vida, uma frase que leu, uma conversa… Enfim, milhares de coisas. Então percebi que sim, eu sou inspirada por milhares de coisas. Sou muito intensa, a intensidade precisa ser quase palpável quando escrevo. Para isto você precisa ser uma pessoa muito inspirada.

(Leituras de Brain) Você coloca um pouco de sua essência em seus livros?

(Danka Maia) Sim. Sempre. Há gotas de mim em todos os meus livros. Sou uma pessoa que gosta de lidar com o profundo dos sentimentos. Meu intento sempre é pôr isto nos meus personagens. São pessoas como eu, você… Como qualquer mortal. Carregam dores, alegrias, confusão, sobriedade, enfim… Tudo que um ser humano traz. Então você vai se deparar com algo de mim em meus livros.Especialmente os últimos que escrevi. Que são “Blanka- O Destino A Marcou Pelo Sangue”, que acabou de sair do Wattpad e vai para o Amazon em junho. “Os Avisados”, que logo será lançado e “Quando  O Segundo Sol Chegar” que começou dia 05 de maio e está  indo muito bem.Estou mais madura, sinto isso quando escrevo. Aprendendo sempre!

(Leituras de Brain) De todos os personagens que estiveram na Casa dos Destinos, qual deles é o seu preferido?

(Danka Maia) Ai meu Deus! (risos). Como citei todos os três são partes de mim, mas a que prevalece é a Marieva, sem sombras de dúvida.

(Leituras de Brain) Qual a dica que você daria para quem pensa em escrever no momento?

(Danka Maia) Não desista. A sua frase sempre será esta: Não desista! Leia muito burile intensamente seu texto. Mas acima de tudo: Não desista. É um caminho muito árduo, espinhoso, só, não é fácil. Mas tenha foco e vá em frente!

(Leituras de Brain) A Casa dos Destinos é um livro bem atemporal, mesmo daqui a alguns anos ele vai passar a mesma mensagem aos leitores, qual a sua sensação ao saber que seu livro algum dia possa ser lido por seus netos ou bisnetos?

(Danka Maia) A sensação é maravilhosa! (risos de orgulho e dever cumprido)  Sua pergunta deixa muito claro para mim que você compreendeu minha escrita. Todos meus livros são atemporais. Porque elaboro algo é sempre com essa intenção. Que a mensagem não se perca com o tempo, que ela viva… Que ensine algo… Que deserte alguém. Eu digo que meu maior legado sempre serão meus livros. É uma forma de ser imortal, voou além, uma das mais belas maneiras de se tornar imortal…

(Leituras de Brain) Você usou muito simbolismo em seu livro, ele foi trabalhoso para que tudo se encaixasse e fluísse de uma forma legal na trama?

(Danka Maia) Quando você aborda um tema como o da Casa que é o coma profundo entre outras questões mais, você tem que ter muito cuidado. Estudar muito sobre o assunto. Justamente para que tudo se encaixe, uma vez que é um suspense, portanto uma obrigação em minha módica forma de ver. Tive que polir muito o texto, estudar para que a ligação ficasse o mais perto da perfeição possível. E a mensagem pudesse ser passada ao leitor como uma reflexão para vida inteira.

(Leituras de Brain) Você recentemente acabou o livro Blanka, como você acha que o público reagiu ao livro?

(Danka Maia) Nossa muito bem! Blanka fechou em 16 K de leituras  e chegou a ocupar 32º no ranking de seu gênero.E conseguir isto na plataforma com um romance que  não contenha o Hot ou o adulto, não que eu tenha nada contra o gênero, cada um na sua praia, é muito louvável. Foi gratificante demais. Eu nem acreditei no que via. O livro terminou depois meses. Considero uma grande conquista. Ler cada comentário, a participação, pessoas que varavam a madrugada devorando o livro, nossa! Sem palavras! Ainda fico muito emocionada! Louvo a Deus por isso. Agradeço a minha amiga Ana Júlia, que me convenceu a usar a plataforma. A Zilda Colares que me deu muito apoio. E claro as minhas ciganas. Sem elas não teria rolado. Leitores são nossos termômetros, nossas bússolas, eles orientam a nossa direção. São faróis em meio o oceano. Deixo aqui meu abraço e minhas beijocas de gratidão  a todos sem exceções!

(Leituras de Brain) Qual a sua expectativa para o seu novo livro?

(Danka Maia) Estou muito animada. Com o prólogo e um capítulo, em 3 dias ele já bateu 500 leituras, já estava no ranking em 120° lugar. Quando O Segundo Sol Chegar é uma história  feita com muito carinho, muita verdade, e creio que o sucesso dele foi escrito pelas mãos de Deus. Deixo aqui o link para que possam conferir: https://www.wattpad.com/250288820-quando-o-segundo-sol-chegar-pr%C3%B3logo

 

Agora eu me despeço agradecendo a você e o seu blog, assim como seus leitores, por ter aberto esse espaço lindo aqui para mim. Permitindo essa conversa, eu adorei.Muito obrigada! Deixo meu convite para meu grupo no Facebook Livros de Danka, onde nos reunimos, brincamos, há sorteios, coisas sobre a trama.Espero vê-los lá!

Deus abençoe muito todos vocês!

 

Anúncios

8 comentários em “Entrevista: Danka Maia, autora de A Casa dos Destinos

    1. é mesmo! Eu li a casa dos destinos e fiquei maravilhada com a quantia de detalhes que se ligam perfeitamente, ficou entre os meus favoritos e foi o primeiro livro na vida que consegui ler em pdf porque geralmente acho muito cansativo, e com a casa dos destinos foi diferente, eu devorei a tela do meu notebook em dois dias hahahaha quero muito ler os outros livros dela, e pode ter certeza que terão resenhas aqui também!
      Obrigada pelo comentário Malu ❤

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s