Parceiros do Wattpad · Resenhas

Resenha: Crônicas de Markus, Márcio Zanini

Oi gente, como vão vocês? Hoje trouxe a resenha do segundo livro do autor Márcio Zanini, Crônicas de Markus, que também é autor do livro Vítimas da obscuridade (tem resenha aqui)

14516398_366016093787704_7468937408371704930_n

“O livro retrata períodos históricos na Europa de 1560 em diante, mesclando realidade com ficção para enriquecer a história.
Além de Markus, há outras histórias paralelas que sempre se encontram em algum ponto e tem real importância com a vida do protagonista.
Neste primeiro livro, vemos a vida de Markus antes e depois do vampirismo. A maneira como Liliana e Armando influenciam e ajudam sua vida que, a partir de determinado momento, jamais será a mesma. Como sobreviver tendo que matar para isso? Como matar sem ser pego? Como sentir-se confortável e bem consigo mesmo com essa situação? É possível?”

Um padre, sua esposa e sua filha, fugindo da perseguição da igreja, se mudam para uma vila extremamente humilde em busca de segurança e sossego, a mulher e a moça se passam por uma viúva e a moça como sobrinha do padre, a família esconde um terrível segredo que os fazem ter certeza de que irão para o inferno, o segredo vive especificamente dentro de uma caixa.

Como a família é muito pobre, precisam arrumar dinheiro para comer, a vila sendo humilde, os membros mal teriam como pagar o dízimo, depois de uma insistência, Liliana convence seu pai de deixa-la trabalhar em uma taberna, apesar do medo da moça conhecer os prazeres da vida, o pai permite, porém sempre com muitas regras, mas o que Liliana não esperava era que um homem pudesse despertar seus desejos mais profundos, Markus, um homem de uma beleza hipnotizante.

Alguns eventos na vila acabam tornando-se marcante para o resto da vida de Markus, algumas coisas acabaram dando muito errado e agora ele precisa se adaptar a nova vida: agora é um vampiro. após a transformação Markus é encontrado por Armando e seus escravos, que o levam para a mansão onde recebe cuidados, assustado com sua nova vida tenta se adaptar com a ajuda do novo amigo.

Primeiramente não podemos negar que a capa do livro é pura elegância! eu amei essa capa, achei muito bem elaborada e atrativa, no meio do livro possui umas ilustrações bem bonitas que acrescentam ainda mais na elegância da obra. Enquanto lia, no meu ponto de vista Liliana me lembrou muito a protagonista da obra Moça do brinco de pérola, elas são super parecidas no quesito personalidade, enquanto Markus, não consigo imaginar outra pessoa a não ser Chris Hemsworth no papel de Thor no quesito aparência. Eu gostei muito do livro, ele tem uma pegada dos grandes clássicos vampirescos mas não é uma leitura cansativa com palavras exóticas, o livro é muito bem detalhado, mas não tem aquele peso que os livros antigos trazem de descrever coisas (as vezes bem fúteis, convenhamos né) em duas páginas apenas daquilo, é como ler um clássico com em uma escrita atual, o autor consegue descrever as cenas tão bem que durante a leitura podemos visualizar o cenário com muita precisão, outro ponto muito legal do livro é o retrato da homossexualidade na época, como qualquer coisa era motivo para a igreja te perseguir, ainda na linha que coisas talvez polêmicas para alguns, o livro contém vários trechos bem quentes, nada muito romântico, totalmente casual. Além disso, conhecemos Thomas, uma estória paralela que acredito que será desenvolvida no segundo livro, o garoto é treinado por Hill desde os 6 anos de idade para caçar vampiros, desde então o menino passa por várias provas um tanto quanto cruéis durante seu treinamento porém Hill tem todo o cuidado com ele. Para quem gosta dos clássicos sobre vampiros, acredito que o livro seja um prato cheio e não pretende decepcionar! O final deixa um gostinho, na verdade um gostãooo de quero mais, o autor pretende lançar pelo menos mais 2 livros seguindo a estória, eu estou querendo muito a sequência, o livro é super cativante, altíssima qualidade, super recomendado!

o livro digital pode ser comprado na Amazon, e o físico no Clube dos leitores.

Essa semana ainda teremos entrevista com o autor e um sorteio do livro Vítimas da obscuridade, fiquem de olho!

Parceiros do Wattpad · Resenhas

Resenha: Sofia (Mai Passos G)

81079448-368-k776014

Oi gente! Primeiramente desculpa os sumiços!Antes de resenhar Sofia, queria falar um pouquinho sobre a autora: Mai Passos G é uma autora brasileira de 24 anos, originalmente de Porto Alegre, seu primeiro contato com os livros foi aos 13 anos quando leu “Amor Impossível, Possível Amor” de Pedro Bandeira, sendo este seu primeiro sofrimento literário causado por estórias que destroem nosso coraçõezinhos.

Fã de RBD, aos 15 anos escreveu sua primeira web novela  do RBD, passando depois a escrever Web Novelas Vondy que fizeram sucesso na internet, aos 18 anos escreveu o seu primeiro romance público, com o título deAos Meus Olhos, você não vai até que possa sentir”sendo publicado aos seus 20, aos 24 sua segunda obra “Sofia” foi publicada, esta na qual vocês podem conferir a resenha agora

 

O livro conta a estória de Sophie, uma garota que perdeu a irmã mais velha, Sofia, em um acidente de carro junto com o namorado, desde então o ocorrido acabou deixando grandes marcas na sua família, o divórcio dos pais, a tristeza infinita da mãe  que parece ter lhe esquecido e abandonado e só pensara no dia em que Sofia se foi. Cansada de ver sua família destruída, doze anos após a perda, Sophie muito decidida sai em busca do coração de Sofia para tentar colocar as coisas no seu devido lugar, na sua jornada encontra Adam, que a ajuda em todo o seu plano, nos fazendo entender que tudo nessa vida tem um objetivo.

Sofia é uma leitura que flui, confesso que detesto ler em pdf mas consegui ler Sofia em um único dia, os capítulos são curto o que não deixa tornar-se cansativa, a estória prende muito nossa atenção e torna-se extremamente marcante. Um ponto que achei bastante interessante foi no fato de que mesmo Marco (pai de Sophie e Sofia) tendo se casado novamente e a esposa sendo ciente que ainda existe algum sentimento por Fernanda ( mãe das meninas), na trama elas são bem adultas e não existe rivalidade entre mulheres, fato que é bastante comum em todos os lugares que olhamos, Fernanda mesmo não gostando de Alice em momento algum pensou em prejudicá-la, ambas responsabilizando Marcos por qualquer atitude relacionada as duas. Achei bem bacana o fato do livro ser bem atual e citar coisas comumente usadas hoje em dia, como whatsapp, facebook e google maps, as futuras gerações também precisam saber do nosso tempo né!?

A questão do coração de Sofia é muito tocante, é como se na estória as coisas sofressem uma reação em cadeia, e que certas coisas na vida estão destinadas a acontecer, Sophie se mostrou muito adulta e valente, a menina grosseira que conhecemos no início do livro se desenvolve, lida com seus sonhos e medos, e no fim o mais importante, aprende a lidar com a sensações humanas. Também preciso dizer que nas páginas finais do livro eu não tive um frio na barriga, mas um freezer inteiro me matando ao  ver o destino de Sophie com Adam, masss para saber como foi depois desse frio na barriga nadinha de spoilers aqui né amores?

Bom, finalizando, eu AMEI a mensagem que o livro passa, achei que as decisões de Sophie não podiam ter sido melhores, amei a mulher que ela se tornou e amei ver como algo que de início foi desesperador tomou um desfecho tão grande e bonito na vida de várias pessoas. Super recomendo e acho que vocês também deveriam ler viu gente?

Para comprar é só clicar aqui 

Acompanhe a Mai Passos G nas redes sociais!

Facebook Twitter Instagram Skoob Wattpad

Snapchat: maipassosg

 

Entrevistas · Parceiros do Wattpad

Entrevista: Danka Maia, autora de A Casa dos Destinos

Olá pessoas, como vão vocês? um dos primeiros posts do blog foi uma resenha do  livro A casa dos destinos da Autora Danka Maia, aproveitando que ontem foi o dia do escritor, temos aqui uma entrevista para vocês com a Danka, que fizemos logo que lemos o livro! Ela é uma autora maravilhosa e talentosíssima, nessa entrevista vocês irão entrar um pouquinho nos bastidores de A Casa dos Destinos.

(Leituras de Brain) Por que começou a escrever?

(Danka Maia) Eu comecei escrever antes de saber de fato escrever. Explico. Quando tinha uns três ou quatro anos de idade, meu pai só ficava em casa aos domingos, pois trabalhava muito e aquele com tempo para mim era muito precioso, mas meu pai adorava ler, entre livros, jornais haviam os gibis, um a paixão dele.Então tínhamos um trato, ele costumava a me dar os gibis que ele cansara de ler (risos), porém eu ficava intrigada porque aqueles livros, gibis chamavam tanto a atenção dele. Um dia eu quis um gibi que pelas regras ainda não poderia ser meu. Fiz birra, choro, coisas de criança, e ele me deu um conselho. Disse para que  “lesse” o gibi, gravasse a história e montasse minha própria história em  minha cabeça diante daquelas gravuras, assim teria uma história só minha.Pronto! Não parei mais! Lembro-me de ficar pela casa atrás de minha mãe contando minhas histórias diante dos gibis que tinha. Sabia todas de cor. Então, foi ali que de fato eu comecei. Com o tempo, eu cresci, aprendi a ler e escrever, vieram as redações, as leituras, os poemas sofridos da adolescência, (mais risos), foram fases gostosas  da minha vida.Até que chegou a hora de sentar e escrever um livro de verdade.

(Leituras de Brain) De onde veio a ideia para A Casa Dos Destinos?

(Danka Maia) Não houve uma ideia exata para a elaboração da Casa dos Destinos. Eu queria elaborar uma trama onde se passava num sanatório, que  tivesse suas reflexões e coubesse dentro do suspense. Eu ainda  crio minhas histórias como os gibis. Eu desenho toda trama em minha mente, depois é que sento e vou escrevendo. Eu sempre sei a primeira e a última fala. Há mutações, isso normal, mas o esqueleto da  trama sempre está montada na minha cabeça.Foi a herança dos gibis…(risos). Com a Casa também foi assim.

(Leituras de Brain) Você se inspirou em alguém na hora de montar as personagens?

(Danka Maia) Eu costumo dizer que trabalhei Marieva, Adrian e Jocasta como partes de mim mesma. Meu lado abusado, indisciplinado da Marieva. Meu lado mais tímido, de  uma pessoa que escuta muito, mas fala pouco de si mesma representado no Adrian. Meu lado engraçado, espontâneo que é Jocasta. Porque todos nós temos várias vertentes de si mesmo. Neles eu trabalhei  as minhas vertentes.

(Leituras de Brain) Você se inspira em algum autor na hora de escrever seus livros?

(Danka Maia) Quando estou escrevendo mistério, suspense, como foi o caso da Casa Dos Destinos, minha escola literária foi Agatha Christie e Arthur Conan Doyle sem sombras dúvidas. Meu personagem literário predileto é Sherlock Holmes. Agora nos demais seguimentos, depende muito. Às vezes sim, às vezes não. Eu penso que a inspiração acaba vinda da vida. Eu sempre fui muito resistente a palavra inspiração. Eu escrevia as ideias que estavam em minha cabeça. Era muito pragmática para escrever. Mas 2014 e 2015 foram anos que eu me reclui um pouco… Analisei muitas coisas em minha vida, no cenário literário e entendi que o que as pessoas chamavam de inspiração, é essa bagagem que carregamos ao longo da vida. Pode ser uma flor, uma cena, um dia em sua vida, uma frase que leu, uma conversa… Enfim, milhares de coisas. Então percebi que sim, eu sou inspirada por milhares de coisas. Sou muito intensa, a intensidade precisa ser quase palpável quando escrevo. Para isto você precisa ser uma pessoa muito inspirada.

(Leituras de Brain) Você coloca um pouco de sua essência em seus livros?

(Danka Maia) Sim. Sempre. Há gotas de mim em todos os meus livros. Sou uma pessoa que gosta de lidar com o profundo dos sentimentos. Meu intento sempre é pôr isto nos meus personagens. São pessoas como eu, você… Como qualquer mortal. Carregam dores, alegrias, confusão, sobriedade, enfim… Tudo que um ser humano traz. Então você vai se deparar com algo de mim em meus livros.Especialmente os últimos que escrevi. Que são “Blanka- O Destino A Marcou Pelo Sangue”, que acabou de sair do Wattpad e vai para o Amazon em junho. “Os Avisados”, que logo será lançado e “Quando  O Segundo Sol Chegar” que começou dia 05 de maio e está  indo muito bem.Estou mais madura, sinto isso quando escrevo. Aprendendo sempre!

(Leituras de Brain) De todos os personagens que estiveram na Casa dos Destinos, qual deles é o seu preferido?

(Danka Maia) Ai meu Deus! (risos). Como citei todos os três são partes de mim, mas a que prevalece é a Marieva, sem sombras de dúvida.

(Leituras de Brain) Qual a dica que você daria para quem pensa em escrever no momento?

(Danka Maia) Não desista. A sua frase sempre será esta: Não desista! Leia muito burile intensamente seu texto. Mas acima de tudo: Não desista. É um caminho muito árduo, espinhoso, só, não é fácil. Mas tenha foco e vá em frente!

(Leituras de Brain) A Casa dos Destinos é um livro bem atemporal, mesmo daqui a alguns anos ele vai passar a mesma mensagem aos leitores, qual a sua sensação ao saber que seu livro algum dia possa ser lido por seus netos ou bisnetos?

(Danka Maia) A sensação é maravilhosa! (risos de orgulho e dever cumprido)  Sua pergunta deixa muito claro para mim que você compreendeu minha escrita. Todos meus livros são atemporais. Porque elaboro algo é sempre com essa intenção. Que a mensagem não se perca com o tempo, que ela viva… Que ensine algo… Que deserte alguém. Eu digo que meu maior legado sempre serão meus livros. É uma forma de ser imortal, voou além, uma das mais belas maneiras de se tornar imortal…

(Leituras de Brain) Você usou muito simbolismo em seu livro, ele foi trabalhoso para que tudo se encaixasse e fluísse de uma forma legal na trama?

(Danka Maia) Quando você aborda um tema como o da Casa que é o coma profundo entre outras questões mais, você tem que ter muito cuidado. Estudar muito sobre o assunto. Justamente para que tudo se encaixe, uma vez que é um suspense, portanto uma obrigação em minha módica forma de ver. Tive que polir muito o texto, estudar para que a ligação ficasse o mais perto da perfeição possível. E a mensagem pudesse ser passada ao leitor como uma reflexão para vida inteira.

(Leituras de Brain) Você recentemente acabou o livro Blanka, como você acha que o público reagiu ao livro?

(Danka Maia) Nossa muito bem! Blanka fechou em 16 K de leituras  e chegou a ocupar 32º no ranking de seu gênero.E conseguir isto na plataforma com um romance que  não contenha o Hot ou o adulto, não que eu tenha nada contra o gênero, cada um na sua praia, é muito louvável. Foi gratificante demais. Eu nem acreditei no que via. O livro terminou depois meses. Considero uma grande conquista. Ler cada comentário, a participação, pessoas que varavam a madrugada devorando o livro, nossa! Sem palavras! Ainda fico muito emocionada! Louvo a Deus por isso. Agradeço a minha amiga Ana Júlia, que me convenceu a usar a plataforma. A Zilda Colares que me deu muito apoio. E claro as minhas ciganas. Sem elas não teria rolado. Leitores são nossos termômetros, nossas bússolas, eles orientam a nossa direção. São faróis em meio o oceano. Deixo aqui meu abraço e minhas beijocas de gratidão  a todos sem exceções!

(Leituras de Brain) Qual a sua expectativa para o seu novo livro?

(Danka Maia) Estou muito animada. Com o prólogo e um capítulo, em 3 dias ele já bateu 500 leituras, já estava no ranking em 120° lugar. Quando O Segundo Sol Chegar é uma história  feita com muito carinho, muita verdade, e creio que o sucesso dele foi escrito pelas mãos de Deus. Deixo aqui o link para que possam conferir: https://www.wattpad.com/250288820-quando-o-segundo-sol-chegar-pr%C3%B3logo

 

Agora eu me despeço agradecendo a você e o seu blog, assim como seus leitores, por ter aberto esse espaço lindo aqui para mim. Permitindo essa conversa, eu adorei.Muito obrigada! Deixo meu convite para meu grupo no Facebook Livros de Danka, onde nos reunimos, brincamos, há sorteios, coisas sobre a trama.Espero vê-los lá!

Deus abençoe muito todos vocês!

 

Parceiros do Wattpad

A Casa dos Destinos

A CASA DOS DESTINOS

AUTORA: DANKA MAIA

O local onde se passa a historia é um sanatório, parece que foi esquecido tanto por Deus quanto pelos homens. Lá o Destino, ou a Coincidência (ou será Deus?) cruza o destino de três personagens.

A primeira a se apresentar é Jocasta, uma enfermeira até então desempregada que se depara com um anuncio de emprego no sanatório.

O Segundo é Adrian, um homem que além de sofrer traição entre sua amada com seu amigo eles ainda tentaram o matar, ao chegar na Casa dos Destinos Adrian não fala, mal come, fica em um quase estado de vegetação em sua cadeira de rodas.

A Terceira é Marieva, herdeira de uma família muito rica, sua melhor amiga a trai com o marido no dia de seu casamento, isso faz com que ela sofra aborto espontâneo, após isso Marieva assassina friamente os dois. Ela chega à Casa dos Destinos amarrada em um camisa de força, como possui um temperamento muito explosivo dois seguranças tiveram que levá-la ao seu quarto.

Jocasta precisa cuidar desses dois pacientes ao mesmo tempo, não será um trabalho fácil para ela, pois um é um completo inválido e a outra é mais explosiva do que bombas nucleares.

Mas A Casa dos Destinos é um lugar estranho, nada do que é parece ser o que realmente é, vários pacientes entram, mas ninguém os vê sair, eles simplesmente somem de uma noite para outra sem se quer deixarem vestígios de que um dia estiveram ali.

O que será que faz com que eles sumam? Por que todos os funcionários possuem nomes de anjos? Será que um quadro de Van Gogh pode ser uma pista para eles? O que há de tão importante no sótão e no arquivo morto para que Jocasta mesmo sendo uma funcionária não tem permissão de ir lá?

Bem, esse livro é ótimo, os personagens são bem dosados em relação a humor e drama, as cenas hilárias farão vocês realmente rirem, as cenas dramáticas vão fazer vocês praticamente chorarem. A trama é tão bem desenha e tão cheia de simbolismo que simplesmente te prende na leitura.

A Casa dos Destinos é simplesmente um lugar onde você pode rever seus conceitos fazendo com que analise melhor suas escolhas.

E aí? Aceita entrar na Casa para dar uma olhadinha?

P.S.: Uma breve biografia da autora está neste link do Skoob. O livro se encontra à venda na Amazon, para saber o preço é só clicar na imagem.

A Casa dos Destinos