Desafio de Leitura 2017 · Resenhas

Resenha: Doctor Who — Mortalha da Lamentação — Tommy Donbavand

Mortalha_da_LamentaçãoO livro conta mais uma aventura do 11º Doutor (na série de televisão interpretado por Matt Smith) e sua companion Clara Oswald (interpretada por Jenna-Louise Coleman, e também minha companinon favorita <3).

Tudo começa quando o Doutor está ajudando seus amigos em sítio arqueológico em outro planeta, para isso ele drena todo o mar para dentro da Tardis, entediada com tudo isso, Clara fica dentro da nave e acaba apertando um botão fazendo com que todo o mar (que parece espuma de banho sabor abacate) seja jogado de volta no planeta, com isso eles precisam fugir, mas a Tardis começa a chorar e acaba travando em certa época na Terra.

Em paralelo a história deles, pessoas em nosso planeta começam a ver rostos de entes queridos já falecidos em manchas de café, borrões, névoa e etc; esses rostos culpam as pessoas por terem morrido.

Quando aterrissam, os dois se encontram em um hospital, onde todos estão cabisbaixos e rabugentos, após conversar com alguns pacientes eles descobrem que a Terra está em luto, pois estão no dia após o assassinato do presidente norte-americano John F. Kennedy.

Ao examinarem mais o hospital, o Doutor começa a atender uma jornalista que estava cobrindo a matéria sobre o assassinato, ela se queimou com café quente, e a mancha em seu braço se parece com sua avó falecida a culpando por não tê-la visitado antes de morrer, o Doutor usa sua chave de fenda sônica e descobre que na realidade essa mancha se chama Mortalha e está consumindo toda a dor e tristeza dos seres humanos em massa para assim acabar com a humanidade.

Com a Tardis presa no tempo e também no espaço por causa de um buraco de minhoca ao redor do planeta, o Doutor terá que acabar com as Mortalhas dirigindo uma ambulância e sendo ajudado por Clara, a jornalista Mae e um agente do FBI chamado Warren, além de precisar ir a outro planeta pedir ajuda para Palhaços??!!!

 

“— Nunca tenha uma equipe B — disse o Doutor, muito sério. — É como um Plano B, sempre a pior alternativa. Enquanto o Plano C e, por extensão, a Equipe C, normalmente é o resultado de ideias novas.”

 

Sinceramente gostei muito do livro, pois tem tudo o que um episódio de Doctor Who tem: ação, aventura, tristeza, tensão, comédia, suspense.

Tommy Donbavand conseguiu descrever muito bem como o 11º Doutor se comporta, desde falas, movimentos e maneiras de pensar, Clara também não ficou para trás, principalmente quando precisou se virar sem o Doutor.

O final foi bem legal, principalmente como o Doutor conseguiu resolver o problema e salvar a Terra.

A parte que mais me tocou foi chegando no final quando a Mortalha atacou o Doutor, e sim, vou soltar um spoiler, mas vou colocar as letras em cores brancas, então quem não quiser saber não vai ser prejudicado

 

****SPOILER****

A parte onde o Doutor é atacado pela Mortalha com toda a força, as lembranças mais tristes que ele teve foram as despedidas dos seus antigos amigos, principalmente companions, que nunca tem um fim muito legal. Quase chorei quando a cena em que a Amy é mandada para o passado por um Anjo Lamentador.

****FIM DO SPOILER****

 

E aí pessoas, tudo bem?

Espero que tenham gostado da resenha, queria aproveitar e pedir desculpas por ter sumido durante meses e deixado a Raissa tomando conta do blog sozinha, mas tenho um bom motivo: Comecei a trabalhar  😀 . O horário é meio complicado (das 15:40 às 00:00), fazendo com que eu tenha começado a ler menos ultimamente, mas por outro lado, agora posso comprar mais coisas como esse livro que acabei de resenhar.

 

Essa resenha faz parte do Desafio Brain de Leitura 2017; é o tema 11 — tem uma viagem (no tempo XD)

 

 

Mortalha_da_Lamentação

Autor: Tommy Donbavand

Título Original: Shroud of Sorrow

Editora: Suma de Letras

Gênero: Ficção

Páginas: 173

Ano: 2013

Parceiros · Resenhas

Resenha: Lavínia e a árvore dos tempos – Lucinei Campos

Olá, como vão vocês? Hoje trago para vocês uma resenha de um dos livros do nosso querido parceiro Lucinei Campos, Lavínia e árvore dos tempos.

2a4b98aa-1a4d-4345-816a-1db222fd64e4

O livro começa narrando a vida de dois personagens em paralelo:
Lavínia, uma menina com 9 (quase 10) anos, tem uma vida “normal”, acorda cedo, vai para escola, volta para casa e ajuda com os afazeres domésticos até seus pais chegarem do trabalho, mas algo nessa vida que a incomoda: a falta de amigos (só tem um amigo mais novo que vai na casa dela todos os dias) e por ser uma menina que não se encaixa em nenhum grupinho, acaba sofrendo bullying de todos seus colegas de classe.
O outro personagem é Laus, uma fada macho que cometeu crimes hediondos junto com seu irmão contra a humanidade e o mundo mágico, passando assim a odiar os humanos, sabendo disso, O Conselho capturou ambos, o irmão de Laus foi mandado para a prisão do Tártaro e ele recebeu a pior pena de sua vida, cuidar de uma menina humana por um ano corrente seguindo o calendário dos humanos, para isso ele precisa se disfarçar, virando assim Lorivaldo, um homem baixinho de cabeça chata que faz mágica com uma peixeira.
Em meio a brigas, discussões, descobertas e muuuuita magia, Lavínia e Lorivaldo descobrem que eles não estão juntos por acaso.

EU TENHO UMA FADA E NÃO TENHO MEDO DE USÁ-LA

Gostei muito do livro por causa de dois temas que ele aborda, a primeira parte contando sobre como a Lavínia sofre bullying na escola, o autor conseguiu descrever a triste realidade de alguém que sofre disso, todo drama que Lavínia sofre durante o livro é o mesmo que vários alunos sofrem nas escolas.
O outro tema que eu fiquei encantado foi o Mundo Mágico, amo fantasias e aventuras, Lucinei conseguiu reproduzir detalhadamente um mundo que várias pessoas gostariam de viver, a inspeção de seres mágicos brasileiros deixou o livro ainda mais interessante de se ler, provando que no Brasil existem mais seres mágicos do que imaginávamos.
A narrativa é bem detalhada e ágil, fazendo com que possamos acompanhar as aventuras da dupla em cada capítulo sem se dar conta de quantas páginas já foram lidas, isso é ótimo provando que o conteúdo é maravilhoso a ponto de que podemos ver a dupla encrenqueira brigando na nossa frente.
Com um desfecho intrigante e vários mistérios a serem resolvidos, Lavínia e a Árvore dos Tempos é um ótimo livro para se ler em voz alta para uma criança.

Você pode adquirir o livro aqui.

 

Parceiros · Resenhas

Resenha: Allegra – antes do play + Pré-venda

IMG_2182

Oi gente! Como vão vocês?

Resenha quentíssima saindo do forno! do livro Allegra – Antes do play da nossa parceira Andreia Evaristo

Sinopse: O que Cinderela tem a ver com livros e youtubers? Allegra é uma figura peculiar: gorda, baixa, branquela e com um estilo retrô. Apesar disso, é o clichê da Cinderela: órfã de pai e mãe, mora com a madrasta Maura e suas duas filhas, Pam e Mel, que são tudo o que ela não é: altas, magras, lindas e negras. Para completar a imagem da gata borralheira, Allegra trabalha para as irmãs, editando seus vídeos para canal Be Twins no Youtube. Estudante de Letras, Allegra sonha em se tornar escritora. Mesmo sua melhor amiga Verônica insistindo que ela deveria publicar suas histórias na Amazon, Allegra insiste em publicar tudo gratuitamente pelo Wattpad, porque não acredita que alguém pagaria para ler o que ela escreve. Um de seus leitores, com o pseudônimo de “Orfeu apaixonado”, começa a se corresponder com ela por email, e Allegra percebe que sua admiração extrapola sua escrita. Ela não pode negar que também acaba se interessando por ele, mesmo sem saber quem ele é.Tudo muda no dia em que Allegra recebe um email de Orfeu, que chega através da conta de um canal do Youtube chamado Os MosqueteiroZ. Curiosa, ela descobre que o canal é mantido por três youtubers famosos – Darta, Fred e Constantin – e que um deles deve ser Orfeu. O problema é que eles acabam de lançar um concurso de vídeos, com o lema Seja sua melhor versão, concurso este que as irmãs pretendem ganhar a qualquer custo, o que inclui, se necessário for, dar em cima dos youtubers.

O livro é muito fluído mesmo, me prendeu do início ao fim, vibrei muito com a leitura, sabe quando você precisa parar de ler para fazer outra coisa mas seu cérebro não se desconecta da leitura e você só pensa naquilo? Então, eu estava assim, é um livro bem atual e muito bem trabalhado, realmente Allegra é uma Cinderela moderna!

Eu fiquei muito orgulhosa desse livro e super recomendo, a questão de Allegra ser uma menina fora dos padrões, ali você consegue entender as frustrações dela, insegurança, baixa autoestima, o descontar na comida todo o estresse emocional, a pressão social em relação a padrões magros, e a questão da aceitação do corpo, tem mais a ver com a forma que as irmãs a enxergam do que com a forma que ela mesma se enxerga, pois para ela gorda não é ofensa e ela é como é, o problema está em como os outros a veem, sobre como é diminuída por ser exatamente como ela é pela própria família que a cria. Alguns momentos eu queria entrar no livro, olhar para Allegra e falar “te falta ódio no coração menina!” por tudo que ela aguenta da madrasta e das irmãs, ela é escrava na própria casa, escrava pelo trabalho para as Be Twins e escrava emocional pela dona Maura, a madrasta que a manipula o tempo inteiro. No livro, uma curiosidade, é que cada capítulo leva como título alguma frase aleatória de músicas aleatórias do Elvis Presley, ídolo da personagem.

IMG_20170711_214906

O livro passa uma ótima mensagem em relação a inseguranças e amor próprio, a sonhos, ao amor e de como a questão de se tornar figura pública na internet podem ter coisas bem tristes por trás das câmeras e posts, e claro, no meio de tanto romance de gente magra de olhos azuis, Allegra realmente trás para a gente o amor real, nu e cru de pessoas normais como nós!

O livro eu havia baixado pela Amazon quando era independente mas agora a autora fechou contrato com a Editorial Hope e Allegra – Antes do play terá versão física lançada pela editora! O livro aliás já entrou na pré-venda dia 3 de julho e dura 40 dias.

 Ao adquirir um exemplar, você concorre ao sorteio do seguinte kit:
* ecobag Allegra
* caneca Allegra
* 6 marcadores de papel
* marcador de fita com pingente de pimenta
* um exemplar autografado de Chiclete pra guardar pra depois
* um exemplar de CONTOS E ENCONTROS DO CORAÇÃO
* uma almofada Allegra

Para concorrer, após a compra, você precisa enviar seu comprovante para qualquersentido@gmail.com com o assunto “SORTEIO ALLEGRA”.

Você pode comprar o livro AQUI e aproveita está na P R O M O Ç Ã O!

Espero que gostem ❤

Resenhas

Resenha: Vingança da maré

IMG_2178

Olá pessoas, como vão vocês?

A resenha de hoje é de um livro que estava parado na minha estante já tinha uns 3 anos, comprei ele na bienal por 5 reais, Vingança da Maré, da Elizabeth Haynes. Quando comprei o livro, sim pelo preço e pela capa, logo depois fui procurar algumas resenhas para saber se as pessoas tinham gostado da leitura, achei muitas críticas como um livro que poderia ser melhor e muitas das resenhas colocam Vingança da maré lado a lado ao “No Escuro”, primeiro livro da autora, que foi muito bem elogiado. Então, aí vão minhas impressões e opiniões com essa leitura:

Sinopse: Depois de trabalhar arduamente por muito tempo – alternando um emprego como executiva de vendas durante o dia com o de dançarina de pole dance à noite -, Genevieve finalmente conseguiu juntar dinheiro para realizar seu sonho: comprar e reformar um barco e mudar-se para Kent, bem longe da estressante vida em Londres que tanto a aborrece. Tudo parece enfim perfeito. Até que, na festa de inauguração do barco, enquanto amigos de sua antiga vida parecem zombar do que agora lhe é tão caro, um corpo aparece boiando próximo ao ancoradouro, e Genevieve reconhece a vítima. Ao perceber seu santuário flutuante maculado, e convencida de que sua vida também está em risco, Genevieve se vê novamente envolvida com o perigoso submundo de corrupção, crimes e traição do qual pensava ter finalmente escapado. E está prestes a descobrir os problemas de se misturar negócios e prazer.

Genevieve é uma ex dançarina de uma boate chamada Barclay, na qual todo fim de semana ela se apresentava com pole dance, e caçava clientes a noite toda para levar para a área particular para se apresentar, ela ganhava muito dinheiro com isso, mas tudo tinha um só objetivo: comprar seu barco e sair da agitada Londres, porém acabou se envolvendo demais no trabalho da boate, o dono, Fitz, nunca foi flor que se cheire, gente que ninguém se atreveria a irritar, até que uma noite, Viva, nome fictício que Genevieve usava na boate, reage a uma tentativa de estupro de um cliente muito importante nos negócios de Fitz, apesar de ser proibido as dançarinas terem contato sexual com os clientes, as vezes Fitz gosta que deixem as regras para trás quando trata-se de unir parceiro no seu grande negócio ilegal: tráfico de drogas.

Após o ataque, e também ser despedida do seu trabalho diurno, Genevieve decide que chegou a hora de comprar seu barco, no mesmo dia, Dylan, um companheiro de boate, lhe faz uma proposta, lhe da o dinheiro que falta para comprar o barco e ela guarda um pacote misterioso com ela que daqui alguns meses ele iria buscar, ela aceitou e então ele sumiu. Porém na festa de inauguração, Genevieve convida alguns amigos de Londres, incluindo Caddy, uma das poucas dançarinas que foi amiga dento do Barclay, acontece que ela não apareceu, horas depois de todos terem ido embora, algo batia no seu barco e fazia um barulho muito desconfortável, ao conferir, era um corpo, morto, era o corpo de Caddy, a partir daí as coisas ficam bastante perigosas na sua vida.

Eu gostei muito da leitura, me prendeu do início ao fim tendo um ótimo climáx, como expliquei aqui está em ordem cronológica, o que não acontece exatamente no livro, que tem início na inauguração do barco e na morte de Caddy, o livro se passa no presente e no passado, contando de toda a investigação da morte da dançarina e de todo o passado de Genevieve, assim aos poucos, o passado começa a dar formas aos acontecimentos do presente. A única coisa que não gostei na leitura é que a troca de parágrafo para falar de tempos diferentes era muito pequena e para quem lê rápido acaba emendando tudo e fica meio confuso e precisa retomar o parágrafo, o que no caso não seria um erro da autora e sim da editora, não que seja de fato um erro, mas um espaçamento melhor traria mais conforto na leitura, fora isso, eu amei o livro, superou todas as expectativas que eu tinha, já que as resenhas que li não foram tão positivas, então ele me surpreendeu, eu não posso comparar com “No Escuro” porque eu não li, talvez quem tenha sido mais crítico  nas resenhas esperava que se aproximasse ao nível de suspense do primeiro da autora, então pode ter achado ele mais leve, mas no meu ponto de vista, essa leitura vale muito a pena, principalmente se você ter a mesma sorte que eu e achar ele por 5 reais no estante da Intrínseca!

Espero que gostem, beijos <3.

Parceiros · Resenhas

Resenha: Perdida em seu coração – Série Sob o domínio do ritmo, livro 1 (Suellen Mendes)

Oi gente, como vão vocês?IMG_20170530_223550_452

Hoje dando continuidade a resenhas de livros da Editora Independente, nossa parceira, trago o livro Perdida em seu coração da Suellen Mendes que recebi da editora:

Sinopse:

H17758298_368643103536393_7959344165593064996_oá seis anos Fernanda se mudou para Londres. Durante esse tempo, a jovem brasileira conseguiu tudo o que queria – estabilidade profissional e o reconhecimento como a bailarina principal daBallet Company, além de um relacionamento que aparentemente era perfeito. Durante suas férias, a jovem retorna ao seu país de origem e se vê atraída pelos enteados de sua tia. Em um jogo envolvente, os dois irmãos a encantam, fazendo com que ela reveja suas escolhas até então, esquecendo-se de Ty – seu namorado londrino – até que este decide visitá-la no Brasil, criando muita confusão e deixando Fernanda perdida em meio aos seus sentimentos.
“Olhei para ele e o deixei fazer aquilo que a música clamava: deixei-o me beijar como eu realmente queria ser amada! Pude sentir a verdade em seu toque e me entreguei ao momento. Apesar de me sentir perdida, eu me encontrei nos braços dele”

Fernanda é uma dançarina brasileira que vive em Londres, divide apartamento com sua melhor amiga Becca e Namora Tyler, seu parceiro de dança. Fê tem grandes feridas no coração, causadas por traições do passado e hoje seu maior medo é passar por todo esse sofrimento novamente.

Apesar de estar bem em Londres, se sente sozinha as vezes, sente falta do lar, da família, de tudo aquilo que sempre esteve com ela infância e adolescência toda, a única razão que lhe mantém no exterior é seu relacionamento com Ty, então nas suas férias decide retornar ao Brasil, chegando lá conhece os irmãos Gabriel e Max que a deixam totalmente balançada. Gabe totalmente romântico, atencioso e Max cheio dos jogos de cintura, sedutor. Mesmo balançada ela pensa no respeito com Ty, ela repreende totalmente traições, até que misteriosamente Tyler resolve vir ao Brasil atrás dela, então muita coisa começa a mudar na vida de todos eles.

Eu gostei muito da leitura, acho que é o primeiro livro desse ano que li de uma maneira tão fluída e rápida, que mesmo quando dava pausas na leitura para realizar outra tarefa, ao retornar eu conseguia me sentir totalmente conectada com a leitura no ponto onde parei. Os diálogos são bem naturais, nos da uma sensação de proximidade, ainda mais por ser nacional.

O livro ainda possui volume 2 e volume 3 formando assim uma trilogia, as sequências ainda não possuem datas de lançamento. Ao fim do primeiro podemos degustar partes dos próximos livros, porém preferi não ler para não ficar ansiosa instigada esperando as sequências (evitando sofrimentos né?).

O livro por ser adquirido pela Amazon através do link AQUI.

Espero que gostem!

beijos ❤

 

 

Parceiros · Resenhas

Resenha – Aurora Sob As Estrelas (Mai Passos G)

IMG_2127

Oi gente, como vão vocês?

Trago hoje a resenha de mais um livro nacional, da nossa Parceira Editora Independente, da autora Mai Passos G, que aliás é dona da Independente. Já tivemos por aqui a resenha de Sofia da mesma, agora trago seu novo livro que chegou na Amazon mês Passado.

Sinopse:

51hTWeX2T8L“Uma antiga lenda diz que todo o amor selado sob as estrelas da pequena cidade de Aurora durará para sempre, mas nem tudo na vida é um conto de fadas. Em Aurora sob as Estrelas, vamos conhecer oito pessoas diferentes unidas pelo amor, mas separadas pela vida e pelas escolhas. Em oito micro contos, Mai Passos nos apresentará as escolhas de cada um e as consequências que elas trazem. Dulce, Christopher, Anna, Nick, Juliana, Juliano, Tainá e Scott vão nos ensinar uma lição sobre amor e coragem – em páginas e palavras – sob as estrelas de Aurora.”

 

O livro é dividido em oito contos independentes porém se conectam de alguma forma seguindo ordem cronológica, um não depende do outro para ter sentido (os casais não dependem de outros casais), mas relata a história de pessoas que se conhecem, tudo se passa na cidade fictícia de Aurora, os contos possuem trilha sonora, que podemos conferir logo no início dos capítulos um trechinho de cada música especialmente escolhida para o livro. Não da para deixar de falar também no primeiro casal escolhido para abrir o livro: Dulce e Christopher, para quem conhece a Mai, ela é uma grande fã da banda RBD, especialmente da Dulce, que aliás tem músicas na trilha do livro.

IMG_2139

Gostei muito da leitura, muito fluída, os contos me deixaram com uma sensação de nostalgia de algumas épocas da vida, de livros que li, de séries que assisti, e filmes que vi, são coisas comuns e rotineiras, então trazem aquela sensação de “eu sei bem o que é isso”. Durante a leitura sentimos como se os personagens fosse muito próximos a nós, pela forma que tudo é contado.

Os personagens são cativantes, um bem diferente do outro, seja no caminho que escolheu pra vida, seja em como se dá no amor ou no comportamento, personagens bem distintos e originais.

Mai Passos não poupou palavras para descrever desejos e prazeres, sem nenhum tabu, os personagens descrevem seus desejos e pensamentos sem eufemismos.

Eu recomendo muito a leitura, Mai não pecou em nada e trouxe um excelente livro representando a literatura nacional.

Vocês podem comprar o livro no formato digital pela Amazon, pelo link (aqui).

Espero que tenham gostado e que não percam a oportunidade adquirir o livro, vale a pena!

beijos ❤

 

Parceiros · Resenhas

Primeiras impressões: Os Caçadores – O Colar de Amaia (Barbara Herdy)

18554341_1878907745685350_2020090821_n (1)

Olá mundo!

Hoje é a primeira vez que trago aqui um primeiras impressões, e abrimos hoje com o livro da nossa parceira Barbara Herdy, Os Caçadores – O Colar de Amaia

Sinopse: “Acredite no impossível”.

48129632-352-k378969Bobbi McAvoy, uma reconhecida arqueóloga americana recebe uma proposta para uma exclusiva expedição. O trabalho é classificado e por isso ela só saberá dos detalhes, apenas quando chegar ao destino. O lugar? Egito. E como especialista na cultura Egípcia, é quase proibido para si negar tal proposta. O que não contava nos planos de Bobbi e sua equipe formada por Sky e Smith, seus visionários assistentes, e acima de tudo, companheiros, era ter de trabalhar com a equipe do departamento afiliado, comandada por John Barton, um arqueólogo com um misterioso passado com Bobbi e também um dos principais Seekers de sua geração. Até então, os Seekers é uma história de fantasma vista como uma verdadeira lenda no mundo da Arqueologia e Barton mudara isso. Ao chegarem ao Egito, uma reviravolta transforma a misteriosa expedição de interessante a extremamente perigosa, não apenas colocando suas vidas em risco, como mudando toda a história cultural e religiosa de um povo, o que poderá afetar também, a história mundial.

Bobbi não terá apenas que desvendar o mistério por trás dessa impressionante e extraordinária expedição, o seu passado retornará o que a fará descobrir mistérios sobre sua própria natureza. Utilizando seus particulares dons memoriais, como também a lógica, coragem e impulsividade de Smith, Barton e Sky, eles lidarão com uma desconhecida ameaça e precisarão correr contra o tempo para se salvar de um mal irremediável que apenas eles terão o poder de impedir e se perderem, o nosso mundo mudará para sempre.

Impressões

Primeiramente eu quer amiga da Bobbi, a personagem principal tem um gênio bem forte, uma mulher que adora um sarcasmo, gosto jeito decidido dela, não abaixa a cabeça pra nada nem ninguém. Gostei muito da ideia do livro trabalhar com arqueologia, eu não me lembro de nenhum que trate do gênero, achei isso um diferencial bem bacana, fugindo de todos os cenários clichês atuais.

O livro traz um mistério muito envolvente que eu fiquei muito curiosa para saber da continuação, o que eles encontram no Egito é uma grande surpresa que pode colocar toda a pesquisa em risco e até eles mesmos em risco por lidarem com uma cultura totalmente diferente da realidade deles. Não posso deixar passar despercebido o jogo que acontece entre Bobbi e Barton, uma relação de amor e ódio, nem tanto ódio assim mas tem uma nuvem de mágoa e desejo que paira sobre eles. Tem a Sky e Smith que eu acredito que faram papéis bem importantes no livro, simpatizei muito com o jeito da Sky, vejo um pouco de mim nela, o Smith sinto que ele é o quebra climão dos rolês, tenho bastante expectativas com esses dois.

IMG_20170517_224404

Achei a leitura fluída, fácil e intrigante, a temática do livro cativa, Barbara acertou muito bem na escolha de trabalhar com arqueologia, provavelmente isso faz do livro um tanto quanto diferente dos quais conhecemos, eu li apenas os 4 primeiros capítulos e espero poder continuar (E vou!) essa leitura, a curiosidade grita por uma continuação, o livro possui 27 capítulos online e você pode ler por aqui: Wattpad Luvbook .

Espero que gostem!